quarta-feira, 28 de março de 2018

quinta-feira, 1 de março de 2018

Uma praga e uma bela planta chamada Erva-de-passarinho

"Erva-de-passarinho é o nome genericamente empregado para designar as plantas escandentes (trepadeiras) da família botânica das lorantáceas (Loranthaceae). São assim conhecidas por estarem associadas ao costume alimentar de aves, que consomem os seus frutos e são considerados os principais agentes de dispersão das suas sementes. A erva-de-passarinho parasita desde arbustos a arvoretas e árvores de ruas, praças, jardins e pomares. Fixa-se nos galhos e troncos da planta hospedeira, onde se desenvolve vigorosamente e ocupa partes localizadas ou quase a totalidade da copa. Através da emissão de raízes especiais (haustórios) que atravessam a casca do hospedeiro, a erva-de-passarinho retira dele água e sais minerais, elementos vitais para a sua sobrevivência."

Erva-de-passarinho em árvore perto da minha casa. A hemiparasita está localizada no meio do tronco e suas folhas são bem parecidas com as da planta original, o que confunde e passa desapercebida.


quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Vamos falar sobre Febre Amarela?

Como é o assunto da vez e vendo por aí tanta informação errada e as pessoas se desesperando à toa, matando animais e etc., decidi fazer este post pois tem tudo a ver com as nossas plantas e no decorrer do texto vão ver o porquê. É de utilidade pública e acho que um blog, principalmente da área de jardinagem, que preza pelo bem estar de todos os seres vivos,  tem obrigação de passar esse tipo de informação esclarecendo e orientando da melhor maneira possível e até mesmo desmistificando alguns pontos.

O texto a seguir foi escrito por algum colega profissional da saúde e postado por uma enfermeira em um grupo de whatsapp; meu noivo sendo enfermeiro modificou e acrescentou alguns pontos e publicou no facebook. Eu compartilhei este texto também e vou transcrever aqui e também acrescentar alguns pontos que ache por bem. Então não tem uma autoria propriamente dita. Mas todas as informações são corretas.


Fonte da foto: Jornal Hora H

sábado, 25 de novembro de 2017

Os 15 maiores erros cometidos no cultivo de suculentas

Me chegam semanalmente muitas dúvidas sobre porque está acontecendo isso ou aquilo com as suas suculentas. Às vezes é falta de traquejo mesmo com a planta, inexperiência. Outras pessoas que já tem um tempinho de cultivo mas não conseguem debelar aquela dúvida. Aqui no blog temos já uma boa quantidade de posts relativos aos cuidados e cultivos com as suculentas, que você pode acessar tanto pelo menu acima quanto digitando "suculentas" no campo de busca do lado direito. Então aqui vou dar uma resumida em tudo que já falei e acrescentar algumas informações e dicas bem legais que só há pouco tempo também soube; porque mesmo nós jardineiras experientes aprendemos todos os dias!


Algumas lindezas que só ficaram bonitas depois das chuvas pois esse substrato estava ficando muito seco devido à estiagem, mesmo eu regando constantemente. Falarei disso adiante.


quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Identificando suculentas pelas flores

Este post não pretende ser nenhum compêndio de identificação de suculentas, até porque não tenho mérito nenhum para tanto. Além do quê, o assunto é vasto e seria preciso um site inteiro só pra isso. Meu intuito é dar dicas de como fazer a identificação das suas suculentas pelo formato das flores. 

Mas vocês se perguntam: "para quê"? Se você está começando sua coleção vai notar que algumas plantas tem preferências diferentes das outras. E sabendo o seu nome completo poderá pesquisar na internet dicas de como cultivar aquela planta em específico; saber qual o formato tomará quando adulta, etc. 

Para fazer uma identificação precisa da sua plantinha, consulte sempre este site: http://www.crassulaceae.ch . Ele é como se fosse o site oficial de identificação de suculentas da internet. 


Othonna capensis ou o famoso e popular "colar de rubis"

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

O problema de se utilizar PET e outros recipientes no cultivo de alimentos

Participo de um grupo no Facebook chamado Identificação Botânica  no qual esses dias me deparei com um maravilhoso texto. Pedi ao autor que me desse permissão para a publicação aqui no blog, pois é bem explicativo e didático a quem queira de inteirar sobre o assunto e antes de discutir, analisar e pesquisar bem. Contém ao final vasta bibliografia onde se pode aprofundar o assunto.

O texto é longo, mas vale cada frase. Senta que lá vem história!


Fonte

sábado, 23 de setembro de 2017

Como replantar um vaso de suculenta

Neste post vou mostrar como eu faço replante de um vaso antigo de suculentas. A idéia é inspirar a quem queira, a hora de fazer esse replante. Aqui faço uma sugestão de como procedo; não necessariamente você deverá fazer igual. Mas para mim é o resultado mais satisfatório e onde o vaso fica mais bonito, na minha opinião!

O vaso a ser replantado é este:

Lindíssima suculenta Graptosedum Francesco baldii. Uma planta bem comum de se achar, mas junto com a Graptopetalum paraguayense, formam os vasos mais bonitos e são bem resistentes!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...